Voltar
BLOG DO VENDEDOR

Como fazer cadastro de produtos na Amazon

Aprenda dicas de como cadastrar um produto na Amazon e crie a sua própria loja virtual dentro do marketplace.

Como cadastrar um produto na Amazon para começar a vender

O processo de cadastrar um produto na Amazon é feito através da Seller Central, site onde o vendedor faz todo o gerenciamento de sua loja virtual. Lembrando que, para começar a vender na Amazon, é preciso criar sua conta de vendedor.

Com versões para desktop e smartphones, pela Seller Central é possível acompanhar os pedidos, organizar o inventário, responder os clientes, e todos os demais itens relacionados à sua conta Amazon.

Confira neste post dicas e o passo a passo para cadastrar um produto na Amazon e comece já a vender mais!

Maneiras de adicionar um produto

A Seller Central oferece duas formas para adicionar produtos. A escolha de como fazer o cadastro irá depender se o produto já está registrado na Amazon ou não.

Para determinar qual será a forma de adição de sua oferta, faça uma busca no menu “inventário”, utilizando o nome do seu produto ou um código relacionado ao mesmo (como o código EAN). Caso o item apareça, você irá vincular sua oferta a ele. Se nenhum resultado aparecer, significa que você terá que criar o cadastro do mesmo.

Vamos passar por cada uma das opções:
Relacionar sua oferta a uma publicação já existente
Se você quer vender um item que já está cadastrado na Amazon, basta relacioná-lo à página existente do produto. Para fazer o cadastro manual, acesse o menu “inventário”, vá em “adicionar um produto” e procure o item que você deseja colocar na sua loja.

Para facilitar a busca, utilize a ID do produto, que é o código de identificação dele, como o ISBN, JAN, UPC e EAN.

Depois de localizá-lo, clique em “vender este produto” e insira as informações da sua oferta como preço, quantidades disponíveis e opções de envio. Lembre-se que você pode atualizar os dados sempre que precisar. Para finalizar, clique em “salvar” e o produto já fará parte do seu inventário.

Também é possível realizar o cadastro massivo, no caso de uma grande quantidade de itens.

Em “inventário”, selecione a opção “adicionar produtos via upload em massa” e suba sua planilha com a lista dos itens. Ela deve seguir o modelo de Inventário fornecido pela Amazon e estar no formato do Excel. Se você vende em mais de um marketplace, pode fazer o cadastro através de uma plataforma de integração e importar os produtos para a Seller Central.

Você encontra o passo a passo ilustrado de como baixar os modelos de inventário no tutorial “Como baixar o arquivo de inventário”, criado pela Amazon Seller University.
Pantallazo de Amazon mostrando productos habilitados por ser Prime

Criar uma nova oferta

Caso o item que você deseja disponibilizar não esteja cadastrado, você irá criar uma nova oferta. Sendo assim, vá em “adicionar um produto” e selecione a opção “ estou adicionando um produto não vendido na Amazon” e escolha a categoria em que o item melhor se encaixa. A etapa de definição de categoria é importante para que os clientes consigam encontrá-lo facilmente nas pesquisas.

Feito isso, é necessário inserir as informações do produto, para criar a página de detalhe. Os dados solicitados são:
  • ID do produto: código de identificação do produto, como UPC, EAN/GTIN, ISBN ou JAN;
  • Detalhes da oferta: preço, opções de envio, quantidade e condição do produto;
  • Detalhes do produto: nome do produto, marca, categoria, descrição e imagens;
  • Palavras-chave e termos de pesquisa: palavras que auxiliam com que os clientes encontrem os produtos.
Se o item não possuir uma ID, também chamada de código EAN ou GTIN, você pode solicitar a isenção desse dado. Isso acontece, por exemplo, no caso de produtos artesanais, de marca própria, de peças automotivas e acessórios para celulares ou quando você quer vender um kit de produtos.

Para fazer a requisição, vá até a página “solicitar isenção de GTIN”, escolha a categoria do produto e digite a marca/editor, se não possuir, digite “Genérico”. Depois disso, clique em “verificar qualificação”, se ele for elegível, você receberá um comprovante, que deve ser enviado na página “fornecer comprovante” e, então, faça a solicitação. Depois de aprovado é só adicionar o item, como faria com os outros.

Confira o tutorial em vídeo de como solicitar a isenção do código EAN, disponibilizado no youtube da Amazon Seller University, ou confira o artigo sobre as vantagens e como utilizar o código EAN na Amazon.

Como fazer um cadastro de produto de sucesso

Ao cadastrar um produto na Amazon, atente-se para fornecer informações detalhadas para que o cliente possa fazer uma compra acertada, diminuindo os riscos de devolução e insatisfação.

Descubra algumas boas práticas para realizar um bom cadastro de produto:
1. Crie uma boa descrição
Use o espaço da descrição para explicar os diferenciais do produto. Além das informações básicas, descreva as características, benefícios e recursos.

Quais são as informações que podem interferir no processo de decisão da compra? Como seu produto pode atender as necessidades do seu cliente? Responda estas questões na descrição, incluindo dúvidas frequentes sobre o item.
2. Utilize boas imagens
Uma forma de melhorar o cadastro de produtos é escolher bem as imagens que você irá utilizar. A imagem principal é a que aparece para o consumidor quando ele faz uma busca no site. Ela precisa mostrar o produto com exatidão, com todas suas características visíveis e estar, obrigatoriamente, em um fundo branco.

Não é permitido inserir outros itens na foto, como objetos cênicos, textos, colagens, logotipos e marcas d'água, nem o uso de ilustrações ou imagens genéricas.

Todas as imagens precisam ter entre 1600 e 10 mil pixels na lateral mais longa, não podem estar pixeladas, desfocadas ou com bordas irregulares. O formato mais recomendado é o JPEG (.jpg), mas também é permitido arquivos em GIF (.gif) e TIFF(.tif). Esses orientações são indicadas para que o consumidor possa dar zoom nos produtos, analisando seus detalhes mais de perto.

Para que o consumidor analise o produto ainda melhor, insira fotos adicionais, que mostram o item em diferentes lados e ângulos, com foco em detalhes que não são visíveis na imagem principal e, no caso do item ter mais de uma unidade, uma foto mostrando todas as unidades.
3. Use listas com marcadores na descrição do produto
Entre as estratégias de como vender na Amazon, criar uma lista com marcadores, na página de detalhes do produto, pode te ajudar a explicar de forma mais clara as características do que você está vendendo.

Em cada marcador, você irá descrever aspectos do item, é possível adicionar até 5 listas por produto. Tome cuidado para não fazer listas muito longas, preze por uma comunicação direta e clara. É recomendado que a lista, com todos os marcadores, tenha no máximo mil caracteres.
4. Fique atento aos termos de pesquisa
As palavras que você utiliza no título e descrição para cadastrar um produto na Amazon irão interferir diretamente nos resultados de busca em que ele aparece. Por isso, é interessante fazer uma pesquisa de palavras-chave, por exemplo, através do Keyword Tool.

Esta ferramenta mostra os assuntos relacionados à uma pesquisa de palavras, assim você consegue identificar quais estão em alta e que se adequam mais para o seu produto. A Amazon também disponibiliza um guia para te ajudar nessa tarefa.

A Seller Central disponibiliza guias de descrição, que tem características específicas por categoria, portanto, antes de finalizar sua descrição do produto, confira se ela está dentro das diretrizes da Amazon.

Outro material disponibilizado pela Amazon é o guia de estilo rápido, no qual você consegue ver, na prática, como aplicar os itens que levantamos neste post.

No geral, algumas boas práticas para incluir em seu título ou descrição do produto são: marca, modelo, cor e tamanho.

Fazer rascunhos de produtos

Ao cadastrar um produto na Amazon, você tem a opção de fazer um rascunho e depois adicionar ou alterar as informações do item. Por exemplo, se você quer adiantar seu trabalho, mas ainda não tem a quantidade que será disponibilizada na loja ou está estudando o melhor preço, basta deixar a oferta salva e depois editar o que for necessário.

Para criar um rascunho, você pode exportar os dados de uma planilha do Excel, na área de inventário da Seller Central, ou ir em “adicionar um produto”. Se estiverem faltando informações ou conter dados incorretos, a ferramenta já salva o registro como rascunho.

Para finalizar os rascunhos, acesse a área “completar rascunhos”, no menu “catálogo” e faça as modificações que desejar nos campos editáveis.

Atualizar ou editar um produto

Uma das vantagens de vender na Amazon é que, através da Seller Central, você consegue atualizar ou editar os dados dos produtos para vender em sua loja digital. Se você usa os arquivos de inventário disponibilizados pela Amazon, pode alterar as informações por meio desta planilha, no Excel.

Ela precisa conter o código SKU (código gerado pela Amazon para identificar o produto e que não pode ser alterado), preço e quantidade do produto. Você modifica o preço na planilha, por exemplo, e depois é só fazer o upload dela, que as informações serão atualizadas.

Faça cadastro mais inteligentes na Amazon Seller Central

Os passos para fazer um bom cadastro de produtos podem ser extensos, mas acredite, farão toda diferença para o consumidor na hora de buscar por um produto.

Invista tempo para pesquisar e incluir as informações mais pertinentes para seu tipo de produto, entenda como as pesquisas são feitas e crie anúncios cada vez mais irresistíveis.

Para mais dicas de como utilizar o marketplace Amazon acompanhe o nosso blog. as páginas no Linkedin e no Facebook, ou se inscreva na Amazon Seller University, no youtube.
Voltar
Veja também: histórias de sucesso de vendedores

Comece a vender hoje

Mostre seus produtos aos milhões de clientes que compram na Amazon todos os dias.
R$19,00 por mês + comissão
R$2,00 por item + comissão
© 2020, Amazon Services LLC. Todos os direitos reservados. Uma empresa da Amazon.