7 dicas de como aplicar o remarketing na loja virtual

7 dicas de como aplicar o remarketing na loja virtual

A geração de leads, ou seja, a captação de clientes em potencial, interessados na compra das suas mercadorias, é um passo importante para o sucesso da sua loja virtual. No entanto, uma situação comum de muitos e-commerces é conseguir gerar leads que visitam a página, mas não concluem a compra. Nesse caso, o remarketing é uma alternativa eficiente para ajudar a transformar esses visitantes em clientes pagantes.
7 dicas para você
Essa ação consiste em refazer a estratégia de marketing para um mesmo cliente. À primeira vista, o retrabalho pode parecer inútil, afinal, se o cliente não concluiu o pedido, o que o faria mudar de ideia em uma segunda tentativa? Imagine então que, para realizar uma venda sua loja precisa, de pelo menos 150 visitas. Você vendeu uma mercadoria, no mínimo, mas poderia vender mais 149.

O remarketing também pode ser utilizado para influenciar a decisão de compra daquele consumidor que já comprou em sua loja virtual, mas não se tornou comprador regular. Ou seja, essa estratégia é uma ação que pode atuar em diferentes momentos da jornada de compra do cliente.

Continue a leitura e conheça mais sobre os benefícios do remarketing, conheça 7 dicas para adotar essa estratégia em sua loja virtual e quais os cuidados para tornar a ação bem-sucedida.
O que é retargeting?

Remarketing ou retargeting?

É comum encontrar os conceitos de remarketing e retargeting usados como sinônimos, por isso, é importante destacar as diferenças entre eles. Ambos têm o mesmo objetivo: aumentar as vendas do seu e-commerce. A diferença está nas estratégias utilizadas para esse fim.

Conheça histórias de sucesso de vendedores que cresceram com a Amazon

Milhares de empresários vendem na Amazon e selecionamos algumas de suas histórias. Ouça seus depoimentos, aprenda e aplique as melhores práticas à sua conta de vendedor.
O que é remarketing?

Remarketing

O remarketing funciona a partir de informações coletadas sobre os usuários que permitem a criação de listas de acordo com a ação tomada pelo consumidor. Já as listas podem ser organizadas a partir de categorias, como:
  • Compradores que tiveram um tíquete médio superior a R$ 100;
  • Pessoas que se inscreveram no blog do seu e-commerce;
  • Participantes de uma pesquisa.
Observe que essa estratégia tem um caráter que personaliza mais a ação de marketing já que você vai utilizar informações deixadas pelo consumidor durante a jornada de compra. Por isso, um e-mail enviado a alguém que abandonou o carrinho não deve apresentar o mesmo conteúdo que aquele recebido por alguém que já realizou uma compra, por exemplo.

Comece a vender hoje

 

Profissional

Você planeja vender mais que 10 itens por mês?
R$19,00 por mês + comissão

 

Individual

Você planeja vender até 10 itens por mês?
R$2,00 por item + comissão

Retargeting

Você já deve ter tido a experiência de entrar em uma loja virtual pesquisando um produto e, em seguida, ver anúncios em outras páginas apresentando aquele item pesquisado. Isso é o retargeting.

Ele consiste na veiculação de anúncios pagos para clientes com grande potencial de compra, porque já demonstraram interesse em seus produtos. Por isso, essa ação é mais eficiente que as campanhas de anúncio mais genéricas. Diferentemente do remarketing, que precisa de informações mais precisas sobre o consumidor, como o e-mail, o retargeting pode se basear apenas nos cookies.

Individualmente, as duas estratégias são eficazes, mas a combinação de ambas pode destacar seu e-commerce e impulsionar as vendas.

Quais são as vantagens do remarketing?

Além dos benefícios já citados até aqui, essa estratégia também contribui para os aspectos listados abaixo.

Fortalecer da sua marca

Quanto mais contato o cliente em potencial tem com sua marca e os produtos que você comercializa, mais propenso ele estará para comprar em seu e-commerce.

Impulsionar o Retorno sobre o Investimento (ROI)

Os custos com ações de remarketing geram um alto ROI porque você tem como público-alvo pessoas que já visitaram seu e-commerce ou já realizaram alguma compra. As informações deixadas por eles permitem a criação de anúncios mais precisos para a conclusão da compra ou fidelização.

Aumentar as taxas de conversão

Um levantamento realizado pela Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) revelou que as compras em e-commerce foram 68% maiores em 2020 em relação ao ano anterior. Ainda assim, 66% dos entrevistados revelaram que não finalizam suas compras online.

Isso mostra que as lojas virtuais não têm conseguido vender tanto quanto poderiam, o que indica o potencial da prática do remarketing para conquistar esses clientes de vez.
Sellers comemorando

7 dicas para aplicar o remarketing em seu e-commerce

Confira os passos essenciais para você implementar essa ação em sua loja virtual.

1. Analise sua loja virtual

A primeira etapa para uma ação bem-sucedida de remarketing é observar se as páginas de venda do seu e-commerce são de alta conversão. Elas são as páginas que os compradores em potencial visitam com mais frequência e também que geram mais vendas. Ferramentas como o Google Analytics ajudam a identificar onde há mais tráfego e conversões em seu e-commerce.

Essa etapa pode ser ainda a oportunidade para realizar ajustes em seu site para que as desistências sejam menos frequentes. Um exemplo é o campo para o cálculo do frete. Em muitos e-commerces, o comprador só consegue visualizar essa informação ao concluir a compra. O que parece ser uma ação eficiente para a conversão, pode fazer com que o consumidor desista de comprar o produto.

2. Segmente suas listas

É importante segmentar as listas para elaborar uma experiência mais personalizada ao usuário, agrupando diferentes consumidores com base nos interesses ou hábitos de compra, por exemplo. Assim, você cria anúncios cada vez mais personalizados, capazes de atrair esse público. Por sua vez, listas mais genéricas com produtos esportivos ou voltados para um determinado gênero podem funcionar para alavancar as vendas nas promoções.

A recomendação é incluir nessas listas visitantes ou compradores em um recorte temporal específico, que costuma variar entre 7 e 30 dias. As ações realizadas com as pessoas que visitaram seu e-commerce nos últimos 7 dias têm uma frequência mais constante que aqueles que entraram em sua loja virtual há 30 dias, por exemplo.

3. Promova uma oferta irresistível

Muitas pessoas querem comprar em sua loja virtual, mas precisam de um tempo para considerá-lo. Outros podem não ter certeza se aquele produto é a escolha certa ou adiaram a compra por causa do valor do produto ou do frete cobrado.

Enviar um e-mail com ofertas ou desconto no produto pesquisado são ótimas estratégias de remarketing para garantir mais vendas. Essa ação também vale para atrair clientes que não compram em seu e-commerce há algum tempo. Descontos especiais em datas comemorativas, por exemplo, têm uma alta taxa de conversão.

4. Combine remarketing e retargeting

Remarketing dinâmico é uma ação que combina as estratégias de remarketing e retargeting para aumentar as vendas, utilizando o histórico de navegação desse público. Ela serve tanto para os novos clientes quanto para aqueles que já estão listados como compradores.

Com ela, você pode enviar um e-mail com o produto visualizado e reforçar a ação exibindo outro anúncio desse mesmo produto de acordo com o dispositivo que a pessoa está acessando.

5. Estabeleça uma frequência para os anúncios

Você não quer que sua ação de remarketing passe despercebida, comprometendo o planejamento financeiro com uma ação que não gera resultados para seu e-commerce. Porém, também precisa entender que seu público pode ficar irritado com o contato constante.

Para descobrir a frequência da ação, é preciso entender seu público-alvo e como eles reagem ao remarketing. Também é necessário considerar o ciclo de compra desse cliente. Por exemplo, um cliente em potencial em um ciclo de compra mais longo é mais aberto a receber mensagens com frequência.

6. Saiba quando parar

Muitos e-commerces cometem o erro de exibir ações de remarketing para consumidores que já fizeram uma compra. Isso não apenas é um desperdício de investimento, como também compromete a qualidade da experiência do usuário comprando em sua loja virtual. Afinal, nenhum consumidor deseja ver ofertas sobre um produto que acabou de comprar.

Uma alternativa mais eficiente para manter engajamento desse consumidor e aumentar o tíquete médio é se concentrar na apresentação de produtos complementares com valores distintos. Por exemplo, um comprador de um suporte para notebook pode receber uma oferta de um mousepad e um teclado.

7. Faça testes

O teste não só permite que você verifique o que funciona ou não, mas também serve como uma importante ferramenta de pesquisa para compreender o comportamento e preferências do seu público. Você pode usar essas informações para toda sua estratégia de marketing digital.

Para o e-mail de marketing você pode fazer um teste A/B, que avalia uma variável por vez entre duas versões disponíveis, identificando qual delas traz mais resultados. Você pode, por exemplo, testar dois assuntos de e-mail diferentes e observar qual deles teve uma maior taxa de abertura ou descobrir qual é a melhor cor para o botão que leva ao seu e-commerce.

Seller University

A Seller University é um ótimo recurso online da Amazon. Contém vídeos que oferecem guias passo a passo, tutoriais e recursos que ajudam empreendedores e empreendedores a iniciar (e expandir) seus negócios na Amazon.

Você pode acessar a Seller University a partir da guia 'Desempenho' na Central do Vendedor depois de criar sua conta do vendedor, ou você pode visualizar os recursos do nosso Centro de Educação do Vendedor sem ter uma conta.
Caixa da Amazon com logo Prime

Quais os cuidados ao implementar essa prática?

O remarketing oferece muitas possibilidades, mas o sucesso dessa estratégia exige planejamento. Comece com um segmento por vez e, quando os resultados começarem a aparecer, inclua um novo segmento.

Também é preciso identificar métricas claras e mensuráveis. Um indicador que pode ser utilizado para esse acompanhamento é o Custo por Aquisição por Cliente (CAC). Para calculá-lo, é preciso dividir a soma dos investimentos em remarketing para adquirir um cliente pelo número de consumidores conquistados em um determinado período.

Continue a buscar soluções para atrair mais consumidores para o seu e-commerce. Acompanhe mais dicas para o sucesso de sua loja virtual em nossas redes sociais. Esperamos você no Facebook, LinkedIn, YouTube.

Comece a vender hoje mesmo

Mostre seus produtos aos milhões de clientes que compram na Amazon todos os dias.
© 2021, Amazon Services LLC. Todos os direitos reservados. Uma empresa da Amazon.